domingo, dezembro 10, 2017

Ac. Viseu FC 2-1 SC Braga B

( Foto A Magia do Futebol )


Estádio do Fontelo, 10 de dezembro de 2017
16ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Bruno Rebocho (Évora)

Peçanha; Joel, Pica, Fábio Santos e Lucas; Capela, Bruno Loureiro (João Mário, 90) e Ferrreira; Yuri (Luís Alberto, 72), Sandro Lima e Barry (Zé Paulo, 81). Treinador: Francisco Chaló.

Braga B: Tiago Sá, Rui Silva (Francisco Trincão, 60), Thales (Anthony D’Alberto, 72), Bruno Wilson, Lucas Cunha, Simãozinho, Mamadou Loum (Robert Muric, 70), Didi, Ogana, André Ribeiro e Luther Singh. Treinador: João Aroso.

Expulsões: Capela 53 e Lucas Cunha 90+6

Golos: Barry 7 (1-0), Luther Singh 13 (1-1), Bruno Loureiro 51 (2-1)

O Académico regressou hoje ao Fontelo, e conseguiu superar uma verdadeira prova de fogo, depois do desaire na Madeira frente ao União.

Chaló, fez algumas alterações no 11 inicial, saíram kiko, Avto, João Mário e Zé Paulo, entraram Lucas, Yuri, Barry e Bruno Loureiro.


O Académico começou melhor a partida, e por volta dos 4m, teve a primeira oportunidade para abrir o marcador, jogada de entendimento entre Sandro e Barry, com este a chutar por cima da baliza.


Passados poucos minutos, Barry aproveitou uma desatenção da defensiva bracarense, que não aliviou a bola, e rematou para o fundo das redes.


O terreno de jogo estava muito pesado, o que não permitia jogadas de bom recorte técnico.


Foi com alguma surpresa que o Braga B chegou ao golo, quando nada tinha feito para o obter. Falta à entrada da área academista, Singh chamado à cobrança, bateu o livre de forma exemplar, sem hipóteses para Peçanha.


O jogo prometia com 2 golos marcados antes dos 15m iniciais, contudo não houve mais destaques na primeira parte.


O Académico voltou ao terreno de jogo com vontade de resolver o encontro, e foi logo aos 5m da segunda parte que Fernando Ferreira cruza da direita, e Bruno Loureiro dentro da área, faz um remate colocado sem hipóteses para o guarda redes arsenalista.



                                           ( Foto A Magia do Futebol )


O Académico coloca-se em vantagem aos 51m, e dois minutos depois sofre um grande revés na estratégia.  

Capela imprudente, faz uma falta escusada no meio campo do Braga, o jogador que a sofre atira-se para o chão, esperneia, o banco do Braga pede cartão, e o Sr. Bruno Rebocho mostra o segundo cartão amarelo a Capela.


A equipa academista sofreu a bem sofrer, e recuou muito no terreno, dando a iniciativa de jogo ao adversário. 


Fica a ideia que Francisco Chaló demorou muito a mexer na equipa, e o Académico não poderia ter dado tanta posse de bola ao adversário.


Capela foi expulso aos 53m, e Luis Alberto que entrou para o lugar de Yuri, só entrou aos 72. 


Durante estes 19 penosos minutos, as posições inverteram-se, parecia ser o Braga que estava no topo da tabela, e a equipa na casa na luta pela saída da linha de água.


Felizmente aos 81m, Pedro Paulo, acabado de entrar para o lugar de Barry, veio dar vida à equipa academista, e por 2 vezes, assustou a defensiva adversária.


João Mário entrou aos 90, para o lugar de Bruno Loureiro.


O Académico mereceu ganhar, mas o Braga tudo fez para o contrariar, e foi constrangedor ver o líder definhar durante longos 19m, o tempo que Chaló demorou a mexer na equipa.


O Sr. Bruno Rebocho, apitou bem, dentro das suas possibilidades, porque demonstrou não saber mais.


Estiveram no Fontelo 480 espetadores, e desta vez todos foram contabilizados, porque picaram os cartões cativos. Foi interessante ver os chapéus de chuva a embelezar o portão do Fontelo, porque não é permitida a sua entrada no estádio.


Na bancada coberta, só não deve chover na zona dos camarotes, mas as obras estão para breve, tão breve quanto a subida de divisão!


Para já somos lideres, e isso já ninguém nos tira, pelo menos até Sábado às 11.15 em Barcelos altura em que vamos defrontar o Gil Vicente com transmissão em direto na SportTV. 


João Nunes

2 comentários:

Paulo Teixeira disse...

Vitória justa 3 pontos que ficam do lado de quem fez mais por isso, a liderança volta para nós e volta muito bem se estamos na frente é porque somos melhores que os outros 19 clubes, agora preparar bem a dificil deslocação a Barcelos porque em caso de vitória podemos muito bem alargar vantagens, quem sabe?

Paulo Teixeira

domingo, 10 dezembro, 2017
A MAGIA DO FUTEBOL disse...

16 CURIOSIDADES APÓS AVFC 2-1 SCB B

1: O Académico venceu todos os jogos disputados nos dias 10 de dezembro dos últimos 22 anos, ou seja, quatro jogos. 2-0 ao Feirense em 00/01 (Rui Lage e Santos), 5-2 ao Lamelas em 2006 (Santos 2, Amarildo, Eduardo e Emerson), no ano passado frente ao Fafe (1-0, Luisinho) e este;

2: Quarto jogo arbitrado por Bruno Rebocho, terceira vitória do Académico depois da vitória no terreno do Aves (1-2, 15/16) e já esta época frente ao Benfica B (1-0). Perdemos quando ele arbitrou o Varzim 2-1 Ac. Viseu da época 15/16;

3: Terceira expulsão academista na época, a segunda de Capela. O outro expulso foi Bruno Miguel;

4: Ao nono jogo frente ao SC Braga B o Académico consegue finalmente a primeira vitória;

5: O Académico não perdeu nenhum dos últimos 5 jogos frente ao SC Braga B;

6: Números oficiais 480 espectadores, a pior casa da época a que o mau tempo não será alheio, já que a anterior pior casa era de 907. Em termos totais esta foi a 80ª melhor casa em 96;

7: 9º Jogo consecutivo caseiro sem perder. Ainda estamos longe do «record» que é de 18 jogos (90/91);

8: Jogo 200 em casa na Segunda Liga:

9: Jogo 400 na Segunda Liga;

10: Centésimo jogo a titular de Capela na Segunda Liga (em 115 jogos);

11: Capela passa a ser o 4º jogador da história com 100 ou mais jogos a titular na Segunda Liga atrás de Sérgio (118), Tomé (108) e Luisinho (104);

12: Capela passou a ser o terceiro jogador da história academista com mais jogos na Segunda Liga. Luisinho está a apenas dois jogos e Sérgio a 14 pelo que até ao fim da época muito provavelmente chegará ao primeiro lugar! Até porque Tomé, com menos 2 jogos que Capela, ainda não jogou na Segunda Liga este ano!

13: Primeiro jogo de Luís Alberto pelo Académico na Segunda Liga. É o 186º atleta a jogar pelo nosso clube na competição em causa;

14: Bruno Loureiro fez o 95º jogo pelo Académico na Segunda Liga, ultrapassou Tiago Gonçalves (94) e passou a ser o 7º jogador da história com mais jogos na competição;

15: Primeira vez de Avto como suplente não utilizado;

16: Primeiro golo da época de Bruno Loureiro, o último golo havia sido na 32ª jornada da época anterior, a 26 de março deste ano. Marcou ao Santa Clara, golo que deu vitória ao Académico por 2-1. Décimo golo pelo Académico.

terça-feira, 12 dezembro, 2017