Recordar: José Mário

NOME COMPLETO
José Mário Almeida Correia
NOME
José Mário
DATA DE NASCIMENTO
26/04/1979
NATURALIDADE
Lisboa
POSIÇÃO
Defesa
ESTREIA
Águeda 0-4 Ac. Viseu (01/09/2002)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 3-0 Esmoriz (30/11/2003)
JOGOS
43
GOLOS
1
ÉPOCAS
02/04


Tinha 23 anos quando em 2002 ingressou no Clube Académico de Futebol vindo do Casa Pia (00/02), sendo que antes actuou no Vilafraquense (99/00) e no Alcains (98/99).


No Académico nas duas épocas que por cá esteve foi sempre um dos jogadores mais utilizados.

Após sair do CAF voltou ao Casa Pia (04/06), seguindo-se o Real Massamá (05/07). Em 2007/2008 jogou no Atlético e em 08/09 regressou ao Real Massamá onde se manteve até 10/11. Acabou a carreira no Futebol Benfica (11/13). 
Ler Texto Completo

Recordar: Chiquinho Carlos

NOME COMPLETO
Francisco Carlos da Silva
NOME
Chiquinho Carlos
DATA DE NASCIMENTO
26/04/1963
NATURALIDADE
Brasil
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Moreirense 2-0 Ac. Viseu (20/08/1995)
PRIMEIRO GOLO
Ac. Viseu 2-0 Estoril (27/08/1995)
JOGOS
37
GOLOS
5
ÉPOCAS
95/97
Retirado de: Vedeta ou marreta

Chegou a Portugal em 1986 – com 23 anos – para jogar no Benfica vindo do Flamengo do Brasil. No clube da Luz ficou duas épocas antes de se transferir para o Vitória de Guimarães onde permaneceu duas épocas.

De Guimarães saiu para o grande rival Sporting de Braga onde, na época de estreia, bateu o seu recorde de golos ao apontar 15. Duas épocas depois foi para Setúbal onde, para não variar, ficou mais duas épocas antes de ingressar no nosso Académico de Viseu.

Decorria a época 95/96 e Chiquinho Carlos já contava 32 anos. No nosso clube fez 37 jogos e apontou 5 golos – 33 jogos e 5 golos na primeira época e apenas 4 jogos, sem nenhum golo, na segunda.

Na época 97/98 jogou no Atlético, de 98 a 2001 actuou no Mafra saindo depois para o Igreja Nova onde actuou até 2007 abandonando a carreira de jogador aos 44 anos.
Ler Texto Completo

Recordar: Orlando

NOME COMPLETO
Orlando Jorge Lourenço da Silva
NOME
Orlando
DATA DE NASCIMENTO
26/04/1979
POSIÇÃO
Defesa
ESTREIA
Ac. Viseu 2-0 E. Portalegre (18/10/1998)
JOGOS
22
ÉPOCAS
98/99

Orlando fez toda a sua formação no Sporting e ao subir a sénior veio para o nosso clube. E foi aqui que fez a sua única época de sénior, pelo menos no futebol português.
Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 2-0 Vitória SC B

Estádio do Fontelo, 26 de abril de 2015
41ª Jornada da Liga 2
Árbitro: Sérgio Piscarreta (Algarve)

Ac. Viseu: Ivo; João Amorim, Tiago Gonçalves (c), Eridson e Tiago Costa; Alex Porto, André Sousa (Filipe Nascimento, 86) e Tiago Borges (Alphonse, 85); Luisinho, Tiago Almeida (Clayton, 71) e Sandro Lima. Treinador: Ricardo Chéu.

Guimarães B: Miguel Silva; Arrondel, Lima Pereira (Isaac, 83), Dennis Duarte e Dabo; João Pedro, Nassim, Joseph Aman (Helinho, 74); Ricardo, Vigário e Areias (Xande Silva, 61). Treinador: Armando Evangelista.

Golos: Sandro Lima 35 (1-0), Clayton 83 (2-0)

Ligações:


Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 1-1 UD Tocha

Foto: Jornal do Centro

Estádio do Fontelo, 26 de Abril de 2009
4ª Jornada da Fase de Subida, III Divisão, Série C
Árbitro: José Coelho (Porto)
Ac. Viseu: Augusto, Alexandre, Sérgio, Tiago Gonçalves, Casal, Rui Lage (Parma, 27), Álvaro, Luís Costa (Calico, 85), Márcio (Milford, 70), Éverson e Zé Bastos. Treinador: Luís Almeida.
Tocha: Vítor Nogueira, Mauro, Portulez, Telmo, David Costa (Bertier, 38), Maricato (Rafael Duarte, 73), George, João Morais, Nicolas, Baldé (Xirola, 79) e Gonçalo Estanqueiro. Treinador: José Viterbo.

Golos: Baldé 10 (0-1), Zé Bastos 32 gp (1-1)

Ligações:

Ler Texto Completo

18 Factos/curiosidades após o SC Braga B 2-2 Ac. Viseu FC


1: Deixou de haver totalistas no Académico na Segunda Liga, pelo que Peçanha foi pela primeira vez suplente não utilizado;

2: Bruno Loureiro voltou a fazer parte de uma ficha de jogo 4 meses depois;

3: Gonçalo voltou a fazer parta de uma ficha de jogo praticamente 7 meses depois;

4: João Mário, ao 13º jogo como titular voltou a ser substituído, ou seja, nunca fez os 90 minutos;

5: Jonas estreou-se pelo Académico na Segunda Liga – foi o 26º jogador utilizado pelo Académico nesta edição da Liga, o 21º na «era Cajuda», o 189º na Segunda Liga;

6: Zé Paulo passou a ser o único atleta academista que foi sempre titular na «era Cajuda»;

7: O record foi melhorado, ou seja, décimo jogo consecutivo sem derrotas fora de casa;

8: Apenas uma derrota nos últimos 14 jogos disputados fora de casa;

9: Segundo jogo consecutivo sem vencer, mas apenas uma derrota nos últimos 5 jogos;

10: Quinto empate (2-2) do Académico em jogos da segunda liga fora de casa, o décimo no total e todos na «era AVFC»;

11: O Académico não perdeu nenhum dos jogos disputados frente às equipa B na presente temporada;

12: Lucas fez o 16º jogo a titular pelo Académico na Segunda Liga e entrou no «top 100» dos jogadores academistas que mais vezes foram titulares na competição em causa (é o 96º);

13: Jonas voltou a jogar pelo Académico mais de 6 meses depois, sofreu os primeiros golos e continua sem perder;

14: Com Joel em campo o Académico está numa série de 4 jogos sem perder;

15: Com Tarcísio em campo o Académico apenas perdeu um jogo nos últimos dois meses;

16: Com João Mário em campo o Académico apenas perdeu um dos últimos 8 jogos;

17: Com Erivaldo em campo o Académico não vence há mais de cinco meses (6 jogos);

18: Com Sandro Lima em campo o Académico apenas perdeu um dos últimos 7 jogos;

Ler Texto Completo

Recordar: António Fernandes

NOME
António Fernandes
POSIÇÃO
Guarda Redes
ESTREIA
Vianense 1-0 Ac. Viseu (11/10/1953)
JOGOS
4
ÉPOCAS
53/55

António Fernandes chegou ao CAF proveniente do SL Viseu (hoje em dia Viseu e Benfica). Fez apenas 4 jogos  em duas épocas em que o Académico jogava na II Divisão. Dividiu a baliza academista com Medina e Mota, em 53/54, e com Darcy e Norte em 54/55.

Ler Texto Completo

Recordar: Aníbal

NOME
Aníbal
POSIÇÃO
Avançado
JOGOS
5
GOLOS
3
ÉPOCAS
61/62

Avançado que esteve uma época no nosso clube (CAF). E nada mais se sabe. 
Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 1-0 Eléctrico FC

Estádio do Fontelo, 25 de Abril de 2010
29ª Jornada da II Divisão, Zona Centro
Árbitro: Rui Silva

Ac. Viseu: Rui Marcos, Marco Almeida, Tiago Jonas, Tiago Gonçalves, Marcelo Henrique, Calico (Álvaro, 78), Tomé, Fernando Ferreira (Zé Bastos, 66), Éverson (Hugo Seco, int), Rui Santos e Guima. Treinador: António Borges.

Eléctrico: Passarinho, Mauro (João Paulo, 83), Rui Gomes, Wilson, Salvador, Edgar, Pedras (Rafael, int), Marçal (Mário Silva, 61), Telmo, Carlos Santos e Hugo Lopes. Treinador: Amãndio Barreiras.

Expulsão: Carlos Santos 85

Golo: Zé Bastos 81 gp (1-0)

Ligações:

Crónica do jogo
Melhor em campo
Ler Texto Completo

Recordar: CAF Ac. Viseu 4-2 GD Mangualde


Estádio do Fontelo, 24 de Abril de 1988
31ª Jornada da II Divisão Zona Centro
Árbitro: João Lavita (Braga)

Ac. Viseu: Sardinha; Morgado, Leal, Chico Nikita e Kappa; Delgado, Abel e Cruz (Baptista, 81); Rui Manuel, João Luís e Quim (Rui Madeira, 81). Treinador: Carlos Alhinho.

Mangualde: Nery; Fanfali, Quim Zé, Armindo e Hermínio; Jorge Costa, Águas e Guilherme; Sambaro, Augusto (Rendeiro, 57) e Vieira.

Golos: Sambaro 10 (0-1), Quim 11 (1-1), Delgado 19 (2-1), Cruz 54 (3-1), Delgado 56 (4-1), Sambaro 89 (4-2)

Locais assustaram-se: Este derby regional começou da melhor maneira para os visitantes que ainda na chamada fase de estudo, lograram adiantar-se no marcador.
Mas essa vantagem durou apenas um minuto face à forte reacção dos academistas que chegaram ao 2-1 em poucos minutos.
Ainda na primeira parte – período em que se verificou um futebol mais ou menos competitivo – os mangualdenses perderiam duas grandes oportunidades de voltar a igualar a partida permitindo, depois, no tempo complementar, que os viseenses se assenhorassem completamente do jogo, que diminui bastante em qualidade para o que muito contribuiu o mau trabalho do juiz praticamente apitando a tudo e nada, quando o prélio em si, não obstante a rivalidade existente, até foi disputado com muita correcção.
Em resumo vitória certa dos viseenses.”
Carlos Costa In A Bola, 25 de Abril de 1988
Ler Texto Completo

Recordar: Ouattara

NOME COMPLETO
Bessalia Ouattara
NOME
Ouattara
DATA DE NASCIMENTO
24/04/1992
NATURALIDADE
Costa do Marfim
POSIÇÃO
Avançado
ESTREIA
Ac. Viseu 1-0 Atlético (27/07/2013)
PRIMEIRO GOLO
Marítimo B 1-1 Ac. Viseu (21/09/2013)
JOGOS
27
GOLOS
2
ÉPOCAS
13/14


Foto de Rui da Cruz retirada do zerozero.pt

Decorria ainda a época 12/13 quando Ouattara brilhou no Fontelo ao serviço do Tocha (12/13). Ficou na retina dos responsáveis academistas ao ponto de na época seguinte, 13/14, ter sido reforço do nosso clube.

Entrou na época a todo o gás. Marcou dois golos, um no empate com o Marítimo B, na Madeira e outro na vitória frente ao Tondela por 2-0. Foi nesses dois jogos eleito pelo nosso blogue como o melhor em campo.

Com o passar da época foi perdendo influência, sobretudo com a chegada de Ricardo Chéu, altura em que foi apenas usado em dois jogos e como suplente utilizado. No total fez 27 jogos, dez deles vindos do banco.

Saiu para o Atlético (14/15), a que se seguiram Feirense (14/15), Lusitano (15/16), Torreense (15/16), Sintrense (16/17) e Anadia (17/18).
Ler Texto Completo

Recordar: Amaral

NOME
Amaral
POSIÇÃO
Médio
ESTREIA
Ac. Viseu 1-2 U. Coimbra (10/02/1946)
JOGOS
3
ÉPOCAS
45/46


Amaral fez 3 jogos na segunda metade da época 45/46, desconhecendo-se a sua proveniência bem como outros dados da sua carreira.
Ler Texto Completo

Recordar: Gil Vicente FC 1-1 Ac. Viseu FC

Estádio Municipal de Barcelos, 24 de abril de 2016
43ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Tiago Antunes (Coimbra)

Gil Vicente: Serginho; Ricardinho, Sandro, Pek’s e Bruno Silva; Djamal, Fatai (Nani, 73) e Platiny; Avto (Goba, 61), Paulinho (c) (Yartey, 69) e Simy. Treinador: Nandinho.

Ac. Viseu: Ricardo Janota; Tomé, Tiago Gonçalves (c), Lameirão e Ricardo Ferreira; Mathaus (Carlos Eduardo, 71), Capela e Bruno Loureiro (João Ricardo, 68); Moses, Yuri (Tiago Borges, 78) e Zé Pedro. Treinador: Jorge Casquilha.

Expulsão: Pek’s 70

Golos: Moses 8 (0-1), Djamal 16 (1-1)

Ligações:


Ler Texto Completo

Recordar: Álvaro Pereira

NOME
Álvaro Pereira
POSIÇÃO
Avançado
JOGOS
24
GOLOS
29
ÉPOCAS
51/52
 
Uma média superior a um golo por jogo. De onde veio? Para onde foi? Que outros clubes representou?

Muitas questões e poucas respostas.
Ler Texto Completo

Recordar: Alves

NOME
Alves
POSIÇÃO
Defesa
ESTREIA
Sp. Lamego 0-1 Ac. Viseu
JOGOS
33
ÉPOCAS
50/52

Alves foi bi-campeão distrital pelo nosso clube. Além dos dados que acima disponibilizamos mais nada sabemos. Alguém ajuda?
Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 1-0 Portimonense SC


Estádio do Fontelo, 23 de abril de 2017
38ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Jorge Ferreira (Braga)

Ac. Viseu: Rodolfo; Carlos Eduardo, Bura, Bruno Miguel e Stéphane; Capela (Zé Paulo, 83), Paná e Rui Miguel (Bruno Loureiro, 66); Tiago Borges (Moses, 77), Luisinho e Sandro Lima. Treinador: Francisco Chaló.

Portimonense: Ricardo Ferreira; Zambujo, Ivo Nicolau (c), Brendon e Luís Mata; Pedro Sá, Paulinho (Manafá, 74) e Ewerton (Buba, 80); Chidera (Gustavo, 74), Bruno Tabata e Pires. Treinador: Vítor Oliveira.

Golo: Tiago Borges 71 (1-0)

Ligações:


Ler Texto Completo

Recordar: Ac. Viseu FC 1-0 Ol. Bairro SC

Estádio do Fontelo, 23 de Abril de 2011
5ª Jornada da Fase de Subida, III Divisão, Série D
Árbitro: Luís Dionísio

Ac. Viseu: Augusto; Casal, Tiago Jonas, Tiago Gonçalves e Marcelo Henrique; Vouzela, Álvaro (Calico, 90), Ricardo Ferreira e Éverson; Luisinho (Luís Miguel, 67) e Zé Bastos (Rui Santos, 76). Treinador: Manuel Matias.

Oliveira do Bairro: Pedro Monteiro, Alexis, Luís Barreto, Paulo Costa, Rui Castro, Rúben, Pedro Almeida (Rui Beato, 76), Leandro, Mário (Miguel Tomás, 64), Hugo Paulo e Dany (Rato, 64). Treinador: Carlos Miguel.

Expulsão: Casal 45

Golo: Zé Bastos 54 (1-0)

Ligações:

Crónica do jogo
Melhor em campo
Ler Texto Completo

SC Braga B 2-2 Ac. Viseu FC

Estádio 1º de Maio, 22 de abril de 2018
35ª Jornada da Ledman LigaPro
Árbitro: Daniel Cardoso (Aveiro)

Braga B: Tiago Pereira; Thales Oleques, Dinis, Lucas e Pedro Amador; Didi, Loum, Ricardo Ryller (Crespo, 78) e Trincão (Simão, 59); Jonata Bastos (André Ribeiro, 50) e Luther Singh. Treinador: Wender.

Ac. Viseu: Jonas; Joel, Bruno Miguel (c), Zé Paulo e Lucas; Capela (Tarcísio, 90) e Fernando Ferreira; João Mário (Erivaldo, 78), Avto e Sandro Lima; Nsor. Treinador: Manuel Cajuda.

Expulsão: Loum 84

Golos: Loum 25 (1-0), Avto 52 (1-1), Ricardo Ryller 56 (2-1), Nsor 60 (2-2)

O Académico, desfalcado e com Zé Paulo a central, empatou hoje no terreno da «versão B» do SC Braga, e ficou ainda mais longe da subida, embora a matemática ainda nos mantenha na corrida.

Nos primeiros minutos houve mais Braga, mas sem grande perigo para o estreante Jonas. O Académico com o passar dos minutos foi melhorando, sobretudo jogando pelas alas com João Mário e Avto, e foram mesmos os extremos academistas a criarem a primeira sensação de perigo, mas o passe do guineense não saiu bem.

Ainda antes do golo inaugural, que seria para a turma da casa, realce para um bom remate de Fernando Ferreira, para um excelente cruzamento de João Mário que Nsor não consegue desviar e para uma boa combinação Avto/Nsor com o ganês a cruzar, mas Sandro Lima não conseguiu chegar à bola.

Aos 25 minutos golo do Braga: pontapé de canto, bola atrasada para a entrada da área, ninguém a sair ao jogador do Braga que remata. Jonas defende como pode, para  frente, e Loum, que foi o primeiro a reagir, atirou a contar.

O Braga voltou a crescer na partida, colocando o Académico em dificuldades sobretudo nas bolas paradas, mas Nsor por duas vezes, e João Mário mesmo a fechar a primeira parte, mostraram que o Académico queria e merecia mais.

O Académico entrou bem na segunda parte e esteve bem perto do golo, primeiro por Nsor, a cruzamento de João Mário, e na sequência do canto Bruno Miguel obrigou Tiago Pereira à defesa da tarde!

O golo do empate academista surgiu aos 52 minutos. João Mário, mais uma vez ele, criou o desequilíbrio na direita local de onde cruzou atrasado para a entrada de Avto que fuzilou o guardião bracarense.

Quando se pensava que o Académico ia embalar de forma decisiva para a vitória, o Braga marcou o seu segundo golo 4 minutos depois. Má saída do meio campo academista, que dá de borla a bola ao adversário, com os jovens arsenalistas a trabalharem bem a bola, misturada com alguma apatia defensiva, e golo do Braga.

A reação ao golo do 2-1 foi imediata. Aos 60 minutos, após falta na esquerda, Fernando Ferreira colocou a bola na cabeça de Nsor que não perdoou.

Na última meia hora o Académico mostrou muita vontade, muito esforço, mas nem sempre as melhores opções foram tomadas. A bola andou quase sempre a rondar a baliza da equipa B, mas a verdade é que nem contra dez (nos últmos 10 minutos) o Académico consegui fazer o terceiro golo.

Notas aos jogadores (atribuídas pelo Record e aceites por nós para a eleição de jogador do mês(jogador do ano): 3 - Jonas, Joel, Bruno Miguel, Zé Paulo, Lucas, Capela, João Mário, Avto, Sandro Lima e Nsor; 2 - Fernando Ferreira e Erivaldo; 1- Tarcísio.
Ler Texto Completo